Escute esse artigo
Tempo de leitura: 5 minutos

 

Instituição de Ensino Superior: UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
Programa: CIÊNCIAS ODONTOLÓGICAS (33002010077P2)
Título: Análise da aplicação das tecnologias digitais de informação e comunicação à Disciplina Odontologia Forense
Autor: ALICE AQUINO ZANIN
Tipo de Trabalho de Conclusão: DISSERTAÇÃO
Data Defesa: 30/06/2017
Resumo:
O uso de tecnologias digitais de informação e comunicação tem alterado a sociedade e seu emprego tem demostrado vantagens na esfera pedagógica. A incorporação de tecnologias na educação pode ser considerada uma ferramenta facilitadora e efetiva para transmissão de conhecimento ao aluno. O objetivo deste estudo de caso é investigar e identificar os desafios encontrados e as propostas de superação apresentadas. Buscou-se ainda analisar a satisfação e a efetividade na aprendizagem do uso do ambiente virtual de aprendizagem (AVA) e dos materiais didáticos nele disponíveis, experimentados pelos alunos da graduação na Disciplina Odontologia Forense, na Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (FOUSP), dos cursos integral e noturno, no primeiro semestre de 2016. A tecnologia utilizada foi o software Moodle (“Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment”), onde foram depositados os objetos de aprendizagem: apostilas, vídeos, questionários e jogos. Participaram da pesquisa 113 estudantes. Como fonte de dados foram utilizados o grupo-focal, o formulário de avaliação da USP e os relatórios de logs e de atividades do Moodle. Os dados foram analisados quantitativamente (análise descritiva) e qualitativamente (análise de conteúdo). Os desafios encontrados pelos alunos foram: dificuldade em acessar o AVA pelo celular; sobrecarga da estrutura curricular; não haver cobrança e lembretes para realizar as atividades online; desconexão entre a aula presencial e o ambiente virtual; haver mais de um site utilizado pelas disciplinas da faculdade. Em relação ao material didático, as apostilas foram as mais visualizadas, com 1309 visualizações em média, seguida das apostilas (n=230), e dos vídeos (n=122). Os alunos sugeriram que tivesse mais atividades práticas no ambiente virtual. Para eles a realização de atividades no AVA foi importante para a fixação do conteúdo e para identificar eventuais dificuldades na aprendizagem (n=98%). Houve uma crítica relatando dificuldade em visualizar as imagens, e outra foi a dificuldade em realizar atividades em inglês. As melhorias propostas, e concretizadas, foram no sentido de superar os desafios citados, ou seja, utilização da versão mobile do Moodle, diminuição da carga horária presencial e notificação de prazos e de atividades via redes sociais e correio eletrônico. Esta pesquisa demonstra a importância de ouvir os alunos durante o processo de ensino-aprendizagem para ajuda-los nas dificuldades encontradas e para que sejam estimulados a buscar o conhecimento. Demonstra também que o uso da tecnologia na educação é uma ferramenta facilitadora da aprendizagem, com alto nível de satisfação dos alunos.

Palavras-Chave: Ensino híbrido;Ambiente virtual de aprendizagem;Odontologia Forense;Educação dental;Tecnologia educacional;Material didático;Desafio do estudante;Satisfação do estudante

Abstract: The use of digital information and communication technologies has changed society and its employment has shown advantages in the pedagogical area. The incorporation of technologies in education can be considered a facilitating and effective tool for transmitting knowledge to the student. The aim of this case study is to investigate and identify the challenges founded and the overcoming proposals presented, and to analyze the satisfaction and effectiveness in learning in the use of the virtual learning environment (VLE) and of the teaching materials available there, in the University of São Paulo School of Dentistry, of the integral and nocturnal courses, in the first semester of 2016. The technology used was Moodle (Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment), where the learning objects, such as handouts, videos, questionnaires and games. 113 students participated in the study. The focus group, the USP assessment form, and the Moodle’s log and activity reports were used as data sources. Data were analyzed quantitatively (descriptive analysis) and qualitatively (content analysis). The challenges encountered by the students were: difficulty in accessing the VLE through the cell phone; overload of the curricular structure; there are no charges and reminders for online activities; disconnection between the classroom and the virtual environment; more than one site used by college subjects. Regarding teaching material, activities were the most visualized, with 1309 views on average, followed by handouts (n = 230), and videos (n = 122). The students suggested that they had more practical activities in the virtual environment. For them, the VLE activities were important for determining the content and for identifying difficulties in learning (n = 98%). There was a criticism reporting difficulty in visualizing the images, and another was the difficulty in carrying out activities in English. The proposed and implemented improvements were aimed at overcoming the aforementioned challenges, namely, the use of the mobile version of Moodle, the reduction of classroom hours and the notification of deadlines and activities via social networks and electronic mail. This research demonstrates the importance of listening to students during the teaching-learning process to help them in the difficulties encountered and to be stimulated to seek knowledge. It also demonstrates that the use of technology in education is a facilitating tool for learning, with a high level of student satisfaction.

Keyword: Blended learning;Virtual learning environment;Forensic Dentistry;Dental Education;Educational Technology;Teaching Materials;Student barrier;Student satisfaction

Volume: 1
Páginas: 95
Idioma: PORTUGUES
Biblioteca Depositária: UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
Autorização de divulgação: O trabalho possui divulgação autorizada
Anexo: Aplicacao das TDIC a Disciplina Odontologia Forense
Área de Concentração: ODONTOLOGIA FORENSE E SAÚDE COLETIVA
Linha de Pesquisa: ANTROPOLOGIA, PERÍCIAS E BIOÉTICA
Projeto de Pesquisa: Reconhecimento e Reconstrução Facial Forense

Compartilhe!