Escute esse artigo
Tempo de leitura: 4 minutos

 

Instituição de Ensino Superior: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
Programa: TECNOLOGIAS DA INTELIGÊNCIA E DESIGN DIGITAL (33005010032P1)
Título: Por uma ontologia plana: Harman, Simondon, Peirce
Autor: ISABEL VICTORIA GALLEGUILLOS JUNGK
Tipo de Trabalho de Conclusão: TESE
Data Defesa: 21/03/2017
Resumo:
Pela eclosão de Internet das Coisas como extensão física da rede, caracterizada pela interconexão de objetos inteligentes, sencientes e autônomos, o homem perdeu a posição de senhor absoluto nessas interrelações para ser mais um ator no teatro das intrincadas transformações que se processam, evidenciando-se a necessidade de repensar o estatuto ontológico tanto de seres humanos como de seres técnicos. No âmbito do Realismo Especulativo, surgiu a proposta de Graham Harman de uma Ontologia Orientada a Objetos que não parta de hierarquias preestabelecidas entre os diferentes tipos de seres. Contudo, não obstante o valor inegável das contribuições que esse movimento tem aportado, tais como o questionamento intenso da relação sujeito-objeto, a importância dada à relação e a desconsideração das questões representacionais stricto sensu, tais contribuições não parecem dar conta de construir uma filosofia sobre bases verdadeiramente realistas. Nesse contexto, destaca-se a questão sobre a possibilidade de existência de um denominador comum entre seres humanos e entes técnicos capaz de fundamentar uma ontologia realista desprovida de hierarquias preestabelecidas. Neste estudo, parte-se da hipótese de que essa lacuna pode ser preenchida pelas ontologias elaboradas nas obras de Gilbert Simondon e Charles Sanders Peirce, autores cujas filosofias se destacam por metafísicas de cunho eminentemente lógico-científico, mas que ainda não comparecem no quadro teórico do realismo contemporâneo de maneira significativa, apontando para a relevância desta pesquisa. Espera-se que os resultados desta pesquisa, de natureza hipotético-dedutiva, levem à fundamentação científico-metafísica de uma perspectiva renovada da ontologia, capaz de abordar as consequências da coexistência entre seres humanos e seres técnicos, em função das tecnologias da inteligência emergentes, sobre bases realistas e não hierarquizadas.

Palavras-Chave: Realismo, Ontologia, Individuação

Abstract: By the emergence of the Internet of Things as a physical extension of the network, characterized by the interconnection of intelligent, autonomous and sentient objects, man has lost the position of absolute master in those interrelations to be another actor in the theater of the intricate transformations that take place, evincing the need to rethink the ontological status of both human and technical beings. In the scope of Speculative Realism, the proposal of an Object Oriented Ontology by Graham Harman arose, claiming an ontology which does not depart from pre-established hierarchies between different types of beings. However, despite the undeniable value of the contributions that this movement has made, such as the intense questioning of the subject-object relationship, the importance given to the relation and the disregard of representational issues stricto sensu, such contributions do not seem to suffice for building a philosophy on a truly realistic ground. In this context, it is raised the question about the possibility of the existence of a common denominator between human beings and technical entities, which would be capable of grounding a realistic ontology devoid of pre-established hierarchies. In the present study, it is hypothesized that this gap can be fulfilled by the ontologies elaborated in the works of Gilbert Simondon and Charles Sanders Peirce, authors whose philosophies stand out for metaphysics of an eminently logic and scientific nature, but which do not yet appear in the theoretical framework of contemporary realism in a significant manner, pointing to the relevance of this research. The results of this hypothetical-deductive research are expected to lead to the scientific metaphysical foundation of a renewed ontological perspective, capable of addressing the consequences of the coexistence between humans and technical beings, as a result of the emerging intelligence technologies, on a realistic and non-hierarchical basis.

Keyword: Realism, Ontology, Individuation

Volume: 1
Páginas: 247
Idioma: PORTUGUES
Biblioteca Depositária: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
Autorização de divulgação: O trabalho possui divulgação autorizada
Anexo: Isabel Victoria Galleguillos Jungk
Área de Concentração: PROCESSOS COGNITIVOS E AMBIENTES DIGITAIS
Linha de Pesquisa: APRENDIZAGEM E SEMIÓTICA COGNITIVA
Projeto de Pesquisa: TRANSOBJETO

 

Compartilhe!